Buenos Aires – Quanto Dinheiro Levar (2016) e cuidados

Não importa o lugar que você vá em uma viagem. Sempre fica a dúvida: Quanto dinheiro levo?

Pra Buenos Aires não poderia ser diferente.

Pra responder esta pergunta você primeiro precisa definir o tipo de viagem que quer fazer:

  • O Walking Dead, aquele que fará tudo apé e vai passar os dias comendo empanadas
  • O mediano, aventureiro mas não dispensa um restaurante bom
  • O Nobre, rei, picadasgaláxias, que quer passear por tudo, comer só o melhor, pegar taxi a vontagem, comprar 500 alfajores sem passar aperto.

Comprando Pesos Argentinos

Alguns sites recomendam comprar na própria Argentina. Tudo depende do tempo da sua viagem. Se ela for curta, como a nossa (2 dias apenas) o ideal é chegar na cidade já com esse assunto resolvido. Compramos Pesos na cotação de R$0,37 em São Paulo. Na Argentina lembro de ter visto cotações ente R$0,35 e R$0,36. Ou seja, pouca diferença.

Reservas de hotéis, ingressos, etc

Compre os passeios online sempre que possível. Além de garantir lugar (como tango ou restaurantes) você poderá diminuir o dinheiro vivo que precisará levar, além da tranquilidade.

Internet. Preciso comprar chip pré-pago?

Diferente do Brasil, em Buenos Aires você encontra Wi-Fi em qualquer esquina, café, restaurante. A maioria dos hotéis oferecem Wi-Fi de graça ou até mesmo computadores disponíveis. Então não precisará comprar chips ou assinar planos 3G internacionais. Importante: Lembre-se de desativar seu plano ou seu chip ao chegar. Você corre o risco de entrar em roaming e acabar gastando um bom dinheiro sem notar.

Não sentimos falta alguma nas ruas. Lembre-se de imprimir ou salvar no seu celular um mapa básico que o ajude a chegar no hotel.

Fuja dos Taxistas

Esses são os piores. Nós não pegamos nenhum taxi, nem para chegar no hotel. Em um outro post irei explicar como ir do aeroporto até seu hotel sem gastar o olho da cara.

Mas se eventualmente precisar de taxi, procure pegar um licenciado. Além disso, ao passar o endereço, passe o cruzamento que você quer ficar. Lá as ruas são muito longas e eles podem querer te enganar dando voltas. Mas mais uma vez, não precisa de taxi. Farei um post apenas sobre isso nos próximos dias!

Mas e ai, quanto levar?

Nós ficamos 2 dias. Pensamos em comer em alguns restaurantes famosos, comprar algumas lembranças e adquirir o ticket para o ônibus de turismo (explicarei em outro post). Acabamos levando R$300 reais por dia cada um, que rendeu $3700 pesos.

Deu certo? Infelizmente não. Tudo depende de onde você pretende almoçar. No Hard Rock deixamos quase $700 pesos em pratos simples, parecidos com o que encontramos em um Outback. Em outro restaurante onde comemos um excelente prato (faremos um post a respeito) deixamos mais de $600. O Ticket do ônibus de turismo ‘comeu’ uma boa quantia também, $350 pesos cada pelo passeio de 24 horas.

Em compensação, economizamos muito pois andamos bastante a pé ou usamos o onibus de turismo. Além disso utilizamos o metrô algumas vezes, cujo custo é bem baixo. Compramos algumas lembrancinhas e comemos alguns doces típicos. No fim da viagem  já tinhamos gastado tudo porém foi suficiente. Se você não pretende comer em restaurantes conhecidos, ficar apenas em empanadas ou lanchinhos rápidos, conseguirá economizar bastante.

Dica Final. CUIDADO COM OS PREÇOS!

Tenha preferência por comprar lembranças, comida, lanches de locais onde o preço esteja escrito. Os Argentinos são bem malandros neste sentido. Se não tem preço e percebem que você é turista, aumentam muito!

Exemplo: Pedi um sorvete, que não tinha preço. Cobraram $35 pesos! Depois de algumas horas, encontrei sorvete melhor por menos de $15 pesos. Encontramos lugares onde um simples pacote de salgadinho queriam $60 pesos! O mesmo vale pra restaurantes: Consulte sempre o cardápio.

Idioma: Portunhol resolve?

Na maioria dos casos, falamos em português mesmo e resolveu. Inglês parece que não entendem muito. No hotel falavam português também. Claro que facilita muito você saber pra  onde vai e já tem um roteiro definido, pois precisa perguntar pouco. Basta falar português devagar e gesticular que não terá problemas.

 

Espero que tenham gostado do artigo, resolvi resumir os pontos mais importantes mas iremos detalhar alguns assuntos em outras postagens. Acompanhem nosso blog e obrigado pela leitura!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: