Como escolher o melhor hotel para sua viagem – parte I

Dependendo do tipo de viagem que procura, os hotéis podem ser responsáveis por mais da metade do seu orçamento. Hoje existe hotel para todo tipo de bolso, desde os mais luxuosos até os hostels com quarto compartilhado. Nem vou falar sobre couchsurfing porque não sou muito sociável pra isso uhahuahauhau.

EU (eu não sou regra, ok?) procurei focar em hotéis/hostels com bed&bath privativo e,  para refinar minha pesquisa, me baseei nos seguintes pontos (não estão por ordem de importância):

Utilizo os sites Decolar.com, Hostelworld.com pra pesquisar as disponibilidades nas datas que desejo. MUITO IMPORTANTE: Fazer cidade por cidade, se você for atrás de tudo ao mesmo tempo, não vai resolver nada! Foque em 1 cidade ou período por vez nos sites.

Muuuita pesquisa no TripAdvisor –> Eu só uso esse site pra pesquisa de opnião, pra mim é o mais sincero que tem! Veja as fotos dos usuários antes de ver as fotos de publicidade. Leia todos os comentários, filtre o desnecessário (existe o botão de “foi útil” justamente pra isso). MUITO IMPORTANTE observar que o estilo do viajante conta muito na hora de ler o comentário do site. Procure pessoas com padrão similar ao seu, e fique de olho -> brasileiros são os mais reclamões e exigentes.
Café-da-manhã é duramente criticado por brasileiros em todo mundo e tem um porquê, temos os melhores buffets de café-da-manhã em hotéis do mundo ahuauhahua

– Às vezes o mesmo hotel está disponível nos dois sites com preços diferentes, vale a pena fazer a busca se é o caso.

– Não adianta procurar um hotel cheio de nove-hora, se você quer passar o dia todo na rua, meu jovem. Você só vai perder dinheiro!! O que adianta o hotel ter academia, sauna, piscina, 12 restaurantes, spa, se você quer bater perna o dia todo visitando museu? Saiba adequar sua viagem com o hotel que procura!

Café da manhã: Tudo bem que os cafés da manhã da gringolândia não é tão caprichado como os nossos, mas sempre que possível, atente-se a esse detalhe. Nada mais chato que acordar de manhã e ainda ter que ir “à caça”  de um lugar pra tomar uma xícara de café (depois da senhora *-*). Fiquei num hostel em Londres uma vez (Generator Hostel) que servia sucrilhos e pão com manteiga de manhã, com suco de máquina, e posso dizer? Foi mais que suficiente!

– Internet: Bom, EU não abro mão. Se você é do tipo desencanado, pode ficar sem focar nesse ponto. Pra mim é vital. Perde muitos pontos o hotel/hostel que não oferece de graça, e é total fator de desempate pra mim. Novamente, comentários no Tripadvisor ajudam bastante a escolher os quartos com melhor sinal, e hoteis com wi-fi caríssimos.
Nem sempre o hostel é mais barato. Principalmente se procura quarto privativo para dois com banheiro privativo. Como não é especialidade do Hostel, pode sair mais caro e sem o conforto feat. silêncio do hotel.

– Entenda que, por melhor que seja sua disponibilidade de tempo, não tem nada, nada mais importante na escolha de um hotel do que LOCALIZAÇÃO. E esse é o ponto mais crítico da escolha dos hotéis, tanto que vou falar só sobre isso no próximo post. 

image

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: